Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008

007 QUANTUM OF SOLACE - FRENÉTICO

Pela primeira vez, 007 tem direito a um diptico. Pela primeira vez, Bond não é Bond, James Bond. É um homem marcado pelo passado, preparado para descobrir a verdade a todo o custo…mesmo que isso lhe custe o lugar…e a vida. Este Bond não é para brincadeiras. Este Bond não tem nada a ver com o Bond do passado. Daniel Craig conseguiu o impossível. Ressuscitar uma saga dando-lhe uma perspectiva completamente nova. Quantum of Solace pode não ter o brilhantismo de Casino Royale. Mas um não pode existir sem o outro.

 

CR foi, claramente, um dos melhores filmes de 2006. Negro, fascinante e espectacularmente dirigido, o filme representou uma mudança drástica na vida de James Bond. Um recomeço necessário mas que ganhou mais vitalidade com a eleição de Craig como agente secreto. Ele nunca seria um Bond do passado. Craig é a encarnação do 007 que todos alguma vez quiseram ver e tinham vergonha em assumir. Os cocktails, as piadas ligeiras e os fatos impecáveis têm os dias contados. Bond leva tanto (ou mais) do que o que dá. Mas é sarcástico na hora da dor. E este Bond é a dor em movimento. Marcado pela perda, pelo sofrimento, ele tem de convencer o Mundo, mas principalmente, a ele mesmo, que é o agente que tem de ser. E se no primeiro filme vimos a um Bond imaturo e arrogante, neste segundo filme – e pela primeira vez pode-se falar em sequela – há uma clara evolução da personagem. A sua auto-confiança funciona para fora, mas é a sua relação com os seus fantasmas e especialmente com a sua protectora (uma sublime Judi Dench como M, de uma forma que nunca conseguiu quando dividiu o ecran com Brosnan), que o tornam num verdadeiro caracther digno de estudo, na onda de personagens negras e problemáticas como os heróis do cinema noir.

 

Quantum of Solace (um titulo que traz também a marca de novos dias) é o lado mais violento e frenético deste diptico. Não tem a mesma finura narrativa nem um argumento tão envolvente como CR, porque não necessita. Qualquer referencia aponta directamente ao seu antecessor para funcionar como explicação. Aqui trata-se, acima de tudo, de uma história de vingança. Uma frenética vendetta de um homem despeitado, que além do mais conta com a insuspeita ajuda de uma jovem agente especial boliviana que também tem as suas contas a ajustar, bem como o apoio chave de dois velhos amigos que aparecem nos momentos chaves para impedir que Bond caía nas armadilhas que se lhe vão tecendo pelo caminho. Esperava-se de Marc Forster, acima de tudo, que mantive-se o espírito do seu antecessor.

Objectivo conseguido. O recomendado é ver os dois filmes seguidos (como já passou, por exemplo, com Kill Bill) porque a interligação é inevitável. Mas mesmo que existisse como um elemento único, Quantum of Solace nunca defraudaria. É um excelente trabalho de realização e vive de um notável tour de force de Craig, que arrasta a sua personagem com uma raiva descontrolado descomunal do deserto boliviano ás aguas das Caraíbas, passando pelas apertadas ruas do norte italiano.

 

A narrativa é simples para quem conhece CR. Bond procura os agentes que estão por detrás da morte de Le Chiffre e de Vesper Lynd, a mulher que o fez considerar deixar o posto de agente secreto. Todas as pistas apontam para o líder de uma prestigiada agencia ambiental, que negoceia com ditadores sul-americanos e com a CIA sem qualquer pudor, ao mesmo tempo que surge como a testa de ferro de uma poderosa organização que conta com figuras proeminentes do panorama politico mundial. É neste redemoinho que aparece 007. Contra todas as regras ele decide fazer justiça pelas próprias mãos e envolve-se numa corrida contra o tempo para evitar que os jogos políticos ultrapassem, uma vez mais, a sua incansável busca pela justiça.

 

Este Bond é um justiceiro sem remorsos nem piedade. Um homem com que se pode contar mesmo que não o aparente. Falta-lhe (felizmente) o trato de lorde que tinham os anteriores agentes e não é apenas porque está em principio de carreira. É difícil ver este Bond e imaginá-lo como o “Commander” Bond que pede vodkas martinis enquanto perseguia belas bond girls. E é esta lufada de ar fresco que dá um gozo especial.

 

Bond é Bond e sempre terá os seus defensores e os seus detractores. Mas enquanto o difícil é encontrar diferenças entre os anteriores homens que deram vida a 007, em Daniel Craig é impensável encontrar nele algum traço da personagem criada por Ian Fleming. Este agente foi criado do zero a pensar no Mundo de hoje e este golpe certeiro garantiu dois trunfos: imortalizou uma personagem que dificilmente alguma vez reencontraremos e deu ao mundo um novo ícone. Este Bond é outro Bond…e este filme traz bem vincada a sua marca. Sem gadgets ou loiras espampanantes. Antes de ser agente é homem. E com este homem não se brinca em serviço. Ou fora dele…

 

Classificação

 

Realizador – Marc Forster

Elenco – Daniel Craig, Olga Kurylenko, Judi Dench

Productora - MGM

Categorias:

Autor Miguel Lourenço Pereira às 15:28
Link do texto | Comentar | favorito

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds