Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

El Secreto de Sus Ojos - Um tango inesquecível à meia noite

Não há nenhum olhar perdido de Ricardo Darín que não transborde a pura melancolia. O monstruoso actor argentino, o icone do cinema sul-americanod as últimas décadas, pauta lentamente o ritmo de uma fábula de triste sorte e eterna esperança que prova que o cinema das pampas está bem vivo. El Secreto de Sus Ojos é por isso - e por muito mais - um dos mais assombrosos filmes de 2009.

O público está habituado à dicotomia Hollywood-Europa. Os fanáticos do cinema de terror ou de certo cinema de autor optam por uma terceira via no Oriente longinquo. Mas o cinema não se reduz à triade. Há muito mais pérolas por descobrir do que se possa imaginar. E há largos anos que a Argentina se revelou uma autêntica fábrica de pequenas doçarias. Nesta aventura em tons noir, relembrando a cada segundo os velhos clássicos norte-americanos (quando as coisas eram feitas com pés e cabeça) há um toque de genialidade constante que não se exacerba em nenhuma sequência. Mas que transborda o ritmo do filme de Juan Jose Campanella, um artesão à antiga que sabe que para cozer um bom filme é preciso antes de mais de uma ideia sólida. E de um elenco à altura. Não só o filme arranca com uma história belissima - e não falamos necessariamente do eixo central mas sim de todos os pequenos satélites que gravitam à sua volta - como é composto por alguns dos mais geniais artistas argentinos da actualidade. E todos à volta do sol melancolico que é o olhar de Darin.

Um nome próprio para um cinema em afirmação. A longa - e bem sucedida - carreira de Ricardo Darin espelha o gesto de um homem que muitos podem ver como o Brando argentino. Mais tranquilo e pausado que o ogre sagrado dos anos 50, Darin é um verdadeiro pulsar do coração à medida que vê a sua vida andar para a frente e para trás. Homem de poucas palavras, o seu Benjamin Esposito é também o rosto da Argentina perdida, dos anos de ditadura e de fantasmas que ainda hoje são reais. Um homem sem um real sentido de vida que procura desesperadamente recuperar o tempo perdido quando é precisamente o tempo aquilo que mais lhe sobra. Reencontra um velho amor nunca confessado e sempre admitido. Reencontra a memória de um amigo sem igual. E reencontra a dúvida que ao largo da vida sempre o acompanhou. Desvelar essa dúvida é uma obsessão necessária para se desvelar a si próprio, mas é nessa viagem no tempo que nos leva até à Buenos Aires dos anos 70 que nos perdemos nesse imaginário ficticio onde nada é totalmente verdade. A memória pode atraiçoar.

Ao lado do gigantesco Darin há uma equipa de primeiro nível, chef´s de apurado toque de genialidade. A séria Soledad Villamil, o dúbio Javier Godino e o inesquecível Guillermo Francella (há anos que não se via uma performance deste gabarito) provam que o cinema é herdeiro do teatro e que quatro corações que batem juntos fazem tremer qualquer plateia. Dessas sequências inesqueciveis que vão desvelando, timidamente, esse segredo que não é o do olhar, é outro, ficam momentos de pura magia. Mas magia passada. E o segredo dos olhos, desses verdadeiros olhos esquecidos pelo tempo, é na realidade uma rampa de lançamento para o futuro. Um futuro incerto de um homem que parece caminhar tranquilo mas que vive rodeado de uma realidade que a qualquer segundo se pode desfazer, qual castelo de cartas. Campanella monta um drama absolutamente humano com a batida de um tango da meia-noite. Junta-lhe todos os condimentos essenciais. Amor, amizade, coragem, perda, morte, medo...dúvida...essa dúvida que nos acompanha e com a qual saíamos da sala ainda escura, é a dúvida da própria razão da moral humana. Mas contá-lo seria revelar um segredo, e esses olhos nunca nos permitiram tal afronta.

 

Classificação -

 

Realizador - Juan José Campanella

Elenco - Ricardo Darín, Guillermo France, Soledad Villamil

Classificação - m/16

Categorias:

Autor Miguel Lourenço Pereira às 11:12
Link do texto | Comentar | favorito
2 comentários:
De Tiago Ramos a 19 de Outubro de 2009 às 17:06
É neste momento um dos preferidos à próxima temporada de prémios. Onde conseguiste ver?


De Miguel Lourenço Pereira a 20 de Outubro de 2009 às 11:42
É uma pequena grande obra-prima e é pena que tarde tanto a chegar às salas portuguesas. Felizmente já estreou noutros países ;-)

um abraço


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds