Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Oscarwatch 2010 - Categorias Técnicas

As categorias técnicas podem ser um problema para uma Academia que quer agradar a todos os públicos e que para isso está disposto a fazer da sua gala um espectáculo. E entregar seis prémios sem nomeados repletos de glamour ou numa linguagem (visual entenda-se) pouco evidente para o grande público é um dilema.

 

Mas são estas as estatuetas que formam parte do coração da noite. Não têm o glamour dos prémios de actores, nem o lado intelectual dos prémios de argumento ou direcção, mas são parte importante do núcleo dos membros que pertencem à Academia e servem, habitualmente, para reconhecer alguns dos grandes artifices da Meca do Cinema.

 

 

 

 

 

MELHOR MONTAGEM

 

 

Quantas vezes o Óscar de Melhor Filme perdeu o Óscar a Melhor Montagem?

 

Muito poucas. Quase nenhumas. Raramente. E no entanto todos dão The Social Network como máximo favorito nesta categoria (e a vitória nos EDDIE reforçou ainda mais o seu estatuto). E esses são os mesmos que acreditam que The King´s Speech não pode perder no prémio principal. Uma contradição que diz, e muito, da corrida deste ano. A emoção está do lado do filme britânico que tem um belo trabalho de montagem - é preciso dizê-lo - mas os experts podem preferir premiar a labor mais académica do filme de Fincher que, como todos os seus filmes, está igualmente editado na perfeição.

 

No meio desta corrida de galos pode decidir-se o vencedor final. Vencendo o prémio a Argumento, Montagem e Direcção (outro cenário provável), como pode The Social Network perder? É que os fãs do filme de Fincher sabem que aqui jogam a sua melhor carta enquanto que os apoiantes da obra de Hooper têm claro que uma vitória aqui, e a noite está decidida.

 

Entre ambos será entregue a estatueta a não ser que os 5 mil membros da Academia, à sua maneira, decidem partir o mal pelas aldeias e procurar uma terceira via. E aí o trabalho de Black Swan supera-se e à concorrência (127 Hours e The Fighter) e assume-se como o filme mais bem editado de todos os cinco nomeados. Uma vitória seria um sério reconhecimento à obra de Aronofsky que corre o risco de sair da gala apenas com uma estatueta, a previsivel vitória de Portman.

 

E o Óscar vai para - The Social Network

E a Surpresa é - The King´s Speech

E o Óscar Devia ir para - Black Swan

 

 

 

 

 

MELHOR FOTOGRAFIA

 

Roger Deakins e Wally Pfister são, provavelmente, dois dos mais competentes e engenhosos cinematografos da história de Hollywood.

 

Este ano estão, uma vez mais, num duelo mano a mano que representa, também, duas estéticas perfeitamente definidas. A cor e ritmo vibrante de Deakins em True Grit para os tons mais escuros e reflexivos de Pfister e Inception. Dois filmes maravilhosamente fotografados, cada qual à sua maneira, e pugnam por um Óscar que deveria, em última instância, partir-se em dois.

 

Mas esse duelo entre favoritos pode também ser vitima colateral da estatueta principal e dos prémios que The King´s Speech (Danny Cohen) ou The Social Network (Jeff Cronenweth) possam conseguir. É uma categoria complexa, equilibrada e apaixonante onde há ainda espaço para o negro colorido de Black Swan (Matthew Libatique, outro trabalho sublime) e para a dúvida.

 

Num dos melhores anos dos últimos tempos, qualquer ganhador será justo, qualquer perdedor será atraiçoado pela realidade, qualquer surpresa é real.

 

E o Óscar vai para - True Grit

E a Surpresa é - The King´s Speech

E o Óscar Devia ir para - Inception

 

 

 

 

 

 

 

 

MELHOR DIRECÇÃO ARTISTICA

 

Concepção de espaços, análise de angulos, transpiração de geometrias.

 

A criação dos cenários é uma tarefa das mais complicadas que se podem encontrar na produção cinematográfica. Se os filmes, além do mais, passam ao lado dos convencionais apartamentos ou paisagens a céu aberto, a situação complica-se ainda mais. Há o mundo dos sonhos, incontroláve e em constante mutação, de Inception. Há os palácios reais, os escritórios improvisados de The King´s Speech, num revisitar sério aos anos 30 ingleses. E há, claro, a loucura do mundo de Lewis Carroll, dezassete anos depois da primeira viagem de Alice.

 

Três filmes com iguais probabilidades de levar-se para casa a estatueta (as paisagens a céu aberto de True Grit e o mundo de Hogwart e dos feiticeiros em Harry Potter and the Deathly Hallows parecem relegados a um segundo plano) e que entrarão, forçosamente, na mesma dinâmica de prémios que acompanha toda a gala, por muito que a maioria continue a pensar que o vencedor é-o apenas por méritos próprios.

 

O caso repete-se. Vitória em larga escala de The King´s Speech, e Óscar para a equipa de Hooper. Para chegar a números elevados o filme precisa de acumular estatuetas e é neste tipo de categorias que se pode engordar a conta dourada. Se a técnica pela técnica fosse suficiente, o prémio seria para Inception que procura ser o rei, mas das categorias técnicas entregues pela Academia. E se o apoio a Alice in Wonderland for real e empático, há sempre a possibilidade do filme de Burton surpreender. Tudo pode suceder, tudo está nas mãos do "Rei".

 

E o Óscar vai para - The King´s Speech

E a Surpresa é - Inception

E o Óscar Devia ir para - Inception

 

 

 

 

 

MELHOR GUARDA-ROUPA

 

Belissimo trabalhos de recriação de época contra o ousado e original mundo do faz de conta.

 

Um duelo expectante entre o favorito Alice in Wonderland (e os seus trajes esperpêndicos e luminosos) contra a abordagem mais rigida e convencional da monarquia britânica (The King´s Speech) ou da alta burguesia italiana (Io Sono il Amore), dois perfeitos exemplos do classicismo no design do guarda-roupa.

 

Se a noite for de consagração para o filme britânico é de esperar que este seja um dos Óscares a cair no bolso da produção de Harvey Weinstein. Porque é um belissimo trabalho e porque é uma forma de reconhecer o notável trabalho técnico de um filme apreciado em vários quadrantes.

 

Mas se a Academia se focar apenas no guarda-roupa será de prever que o filme de Burton consiga aqui uma estatueta honorifica. Apoio tem, e a prova está nas multiplas nomeações técnicas conseguidas. Já The Tempest, True Grit e Io Sono il Amore têm poucas probabilidades numa categoria onde as surpresas não costumam ser muito frequentes.

 

E o Óscar vai para - The King´s Speech

E a Surpresa é - Alice in Wonderland

E o Óscar Devia ir para - The King´s Speech

 

 

 

 

 

MELHOR MAQUILHAGEM

 

Categoria sem favoritos claros, o Óscar à Melhor Maquilhagem pode escolher entre o excêntrico (e tecnicamente irrepreensivel) The Wolfman ou os trabalhos mais humanos (e talvez por isso, mais complexos) que rodeiam as transformações de Barney´s Version e The Way Back, dois filmes com boa critica mas praticamente com nenhum respaldo do público ao contrário da aventura de lobisomens.

 

É uma categoria enigmática até à medula e a nossa aposta prende-se mais com o historial recente da Academia que sempre gostou de premiar o mais ousado e não o mais subtil.

 

E o Óscar vai para - The Wolfman

E a Surpresa é - Barney´s Version

E o Óscar Devia ir para - The Way Back

 

 

 

 

 

 

MELHOR EFEITOS VISUAIS

 

Cinco candidatos, mas só um favorito.

 

O trabalho visual de edição de Inception é, claramente, um dos pontos mais altos do ano cinematográfico. Filme revolucionário e entusiasmante, Inception não tem, à partida, rival à altura para lhe disputar uma estatueta merecida e altamente cobiçada.

 

Na luta estão ainda o penúltimo filme da saga de Harry Potter - que nunca teve uma boa relação com as estatuetas douradas - e o ambicioso Alice in Wonderland, mais um sucesso comercial para o improvável Tim Burton que caiu no goto dos técnicos membros da Academia com várias nomeações chave.

 

Ainda nomeados - mas sem grandes oportunidades - Hereafter e o seu imenso tsunami e Iron Man 2, que não lograr sacar o mesmo proveito do que o filme original, uma das sensações de 2009.

 

E o Óscar vai para - Inception

E a Surpresa é - Harry Potter and the Deathly Hallows

E o Óscar Devia ir para - Inception




Autor Miguel Lourenço Pereira às 10:24
Link do texto | Comentar | favorito

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds