Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

Os TCN e o lado mais triste da blogosfera

Sou avô desta cineblogosfera. Daqueles parentes antigos que se encontram num canto da arvore genealógica em tempos imemoriais. Quando arranquei nestas coisas, na companhia de dois bons amigos, os blogs eram absolutamente desconhecidos para a maioria dos cibernautas. Em oito anos passaram-se muitas coisas, o espaço virtual evoluiu, as redes sociais mudaram a vida de muitos e um blog tornou-se algo tão fácil de se gerir como fazer um prato de massa. Em quase uma década vi muitas coisas e assisti a situações surpreendentes. O que ainda não consegui entender é o ritmo competitivo que se começa a pulsar de forma preocupante na cineblogosfera (e ficamos por aqui) portuguesa.

Este vosso blog, o Cinema, está nomeado aos prémios TCN na categoria de Melhor Blog Individual.

É uma iniciativa interessante, divertida até, mas que corre sério risco de ser tornar em mais um espelho dessa constante guerra de auto-promoção em que se tornou um fenómeno que conheço melhor do que a maioria. Trata-se de um prémio com background, com muito trabalho de organização por detrás e que merece todo o respeito e apoio. Uma iniciativa de união que facilmente se transforma em guerrilha. O Cinema foi nomeado sem ter feito campanha, sem ter nomeado ninguém e anunciando que não vai votar em nenhuma das categorias. E espero sinceramente não receber nenhum voto. O motivo é simples: não me considero digno.

Este blog é um projecto muito pessoal distanciado totalmente do fenómeno de popularidade que foi o Hollywood há cinco anos atrás, um projecto que levou à publicação do primeiro livro de cinema originado na cineblogosfera. O Cinema é algo tão pessoal que não se rege por critérios editoriais, compromissos de periodicidade e, sobretudo, não se importa demasiado com o leitor. Não há passatempos, actividades, convites, promoções e auto-promoções. É um espaço de desabafo onde escrevo menos do que queria e que tem estado abandonado por compromissos profissionais inadiáveis. E no entanto houve leitores suficientes - e não são muitos os que por aqui passam- que consideraram que era um digno nomeado e votaram no projecto. Agradeço-lhes mas, como diria o outro, não, obrigado.

 

Não por despeito à magnifica organização do evento. Mas porque entendo que estes prémios estão a perder o sentido que deveriam ter e começam a abrir passo ao outro lado do espelho, ao lado mais triste da nossa blogosfera.

Em Portugal havia quatro blogs de cinema quando entrei nestas andanças em 2003. Hoje devem existir mais de uma boa centena, uns de melhor outros de pior qualidade, uns mais activos que outros, uns mais virados ao futuro outros pensados no passado. Correntes distintas, mentalidades distintas, propósitos distintos. Todos válidos até ao ponto em que uns começam a tropeçar nos outros para chegar a um panteão que não existe. Vencer um prémio TCN o que é? Com todo o respeito para os seus organizadores, um bom momento de diversão no máximo dos máximos.

Não transforma um blog em algo melhor, em algo mais popular, em algo mais digno. Não faz do seu autor/autores melhores e mais capacitados críticos ou bloggers. Isso é impossível, mais do que isso, é infantil.

Vejo nestes dias pós-nomeações um ritmo frenético que relembra as reuniões em Los Angeles ou Nova Iorque no mês que medeia os nomeados à entrega dos Óscares. Aí disputam-se prémios no valor de milhões, prémios que definem carreiras, prémios que têm um prestigio próprio. O dinheiro que os Óscares movem é parte do ritmo industrial que tomou o cinema americano. Nada disso faz sentido num prémio online onde o prazer do trabalho bem feito deveria ser a única recompensa. Não vou nem posso criticar blogs por criarem sites mais depressa virados para a auto-promoção com futuros autores/críticos/jornalistas com iniciativas criadas ao milímetro para captar o público, porque eu fui o primeiro a fazê-lo há uns longínquos seis anos. O que não entendo é essa sede de protagonismo que transforma uma divertida campanha colectiva de bom humor num duelo onde não se tomam prisioneiros. Os blogs transformam-se em trincheiras, o voto é pedido como se do maná dos céus se tratasse e, mais triste do que isso, nos submundos virtuais das redes sociais, dos fóruns e chats trocam-se acusações difíceis de provar, sujam-se nomes que não têm nada a ver com esta politica de guerrilha e estabelece-se uma espécie de inteligentzia superior capaz de dictaminar gostos alheios. A ideia de expressões como "nomeado digno", "compadrios", "injustiçados" transporta-nos para uma quinta dimensão que não faz sentido neste espírito colectivo que começa a faltar de forma preocupante entre a comunidade. Quando o voto está aberto a tudo e todos, como podem existir injustiças? A voz do voto falou e a não ser que se esteja acusando a organização do evento de seleccionar nomeados, alguns autores têm de entender que, da mesma forma que dificilmente Shame ou Take Shelter serão nomeados aos próximos Óscares, também há blogs que podem ser do seu agrado que sejam preteridos por outros de maior agrado de quem teve o trabalho (ao contrário do que se passa comigo) de nomear.

Como se de algo realmente importante se tratasse, os prémios TCN, e imagino que os seus autores não o tenham imaginado nunca, começam a ser um pretexto para ajustes de contas, lavar roupa suja, troca de acusações e uma politica de exclusão quando deveria ser todo o contrário.

 

Até ao final do ano quem visita blogs de cinema vai ser inundado com essas petições, umas mais bem humoradas que outras, umas mais genuínas que outras, umas com mais segundas intenções que outras. Haverá blogs que tomem os prémios com humor, outros que façam disso o seu santo Graal como se o ar lhes faltasse. Capazes de entrar em conflicto com os outros nomeados e talvez, como Bill Murray, fazer birrinha quando se anunciem os hipotéticos vencedores numa cerimónia aonde não estarei mas da qual imagino o tenso e frio ambiente que se irá respirar. O Cinema aplaude a iniciativa, como todas, mas não vai entrar nessa espiral porque quando algo se transforma numa arma de arremesso, perde toda a graça que possa vir a ter. Não acredito que, se o Cinema ganhasse, fosse melhor do que o CineRoad, Da Casa Amarela, Keyser Soze´s Place, O Homem que Sabia Demasiado, O Rato Cinéfilo, Um dia Fui ao Cinema e o veterano Royale With Cheese. Nem que seja pior por ficar em último. E não quero acreditar que algum dos nomeados pense diferente. Espero que esse clima de diversão que uniu os primeiros blogs de cinema na Academia de Blogs de Cinema em 2004 não tenha sido totalmente substituído por essa fome de protagonismo, essa ânsia de glória que transforma um espaço de diálogo, desabafo, criação numa ferramenta infantil de reivindicação de algo tão subjectivo como pode ser qualquer prémio.

 

PS: Aparentemente o facto de eu ser "avô" da cineblogosfera (com gente como o JB Martins ou o Nuno Reis) incomoda algumas pessoas. Que tenha estado por detrás de um blog há uns anos, de uma Academia de Cinema na web pioneira e por ter escrito um livro também. Que tenha apontado uma realidade que me preocupa e que, pelo feedback dos leitores do Cinema - que não são muitos - é real, também. Este texto, escrito de forma respeituosa e expressando apenas uma opinião, foi suficiente para que o organizador dos TCN, no seu blog, publicasse um texto bastante critico (para dizê-lo de forma suave) com a minha opinião. Ele tem todo o direito á sua como eu á minha e não vou entrar em discussões públicas. Apenas reforço a minha ideia, mais do que nunca, porque a atitude defensiva de alguns cineblogers a confirma. E reforço a natureza de um texto pacifico e tranquilo que parece que ofendeu a quem não era atacado, que magoou a quem não era mencionado e que tem como simples objectivo alertar para uma realidade que não é do meu agrado. Como imagino que quem tem a mais minima pachorra de vir aqui de vez em quando seja minimante inteligente, deixo o resto á vossa consideração.

Categorias:

Autor Miguel Lourenço Pereira às 11:11
Link do texto | Comentar | favorito
24 comentários:
De Sofia a 17 de Novembro de 2011 às 12:07
Sábias palavras. Obrigado


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 12:53
Sofia,

Obrigado, o importante é que todos possamos reflectir sobre isto!


De Edgar Ascensão a 17 de Novembro de 2011 às 12:38
Um tiro certeiro. Concordo com o que desabafas.


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 12:54
Edgar,

Obrigado, mais do que concordar, porque a discordância é boa, temos todos de olhar para nós e perceber o que podemos melhorar para evitar este ambiente.

somos todos humanos, todos nos enganamos em alguns ou em muitos momentos, mas competir uns com os outros faz algum sentido realmente?


De Anónimo a 17 de Novembro de 2011 às 12:51
Não mudava uma única vírgula, Miguel.Obrigada pelo texto, não por mim, mas por todos.

cumprimentos,
cinemaschallenge.blogspot.com


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 12:55
Andreia,

Mais do que um caso pessoal, este é um fenómeno que vejo há largos meses e que estalou agora de forma mais evidente. Mas que vem detrás e todos sabemos isso.

beijos


De Tiago Ramos a 17 de Novembro de 2011 às 12:51
Percebo inteiramente o que dizes, realmente começa a existir uma competição que não existia há uns tempos, mas também não acho que estes "prémios" possam piorar isso. De qualquer forma, acho que mereces... eu fui um dos que te nomeou e pelos vistos não fui o único. :)


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 12:59
Tiago,

Os prémiso não pioram, apenas deixam à superficie o que se forja por detrás da mesma forma que os Óscares fazem estalar o verniz que se aguenta durante todo o ano.

Quando à nomeação, eu acho que não mereço mas o voto é individual e aceito qualquer opinião alheia. O problema é precisamente esse, quando essa opinião, seja pelo motivo que seja, é condicionada a uma ideia de certo e errado. Aí saimos do caminho perigosamente porque nem eu sou melhor nem pior blogger que ninguém e se alguém podia sacar peito de antiguidade, prestigio e essas merdas que não fazem sentido nenhum poderia ser eu. Mas prefiro sinceramente ver aí nomes de pessoas quem lhes faz genuina ilusão do que ser nomeado eu que já ando nisto à muito ;-)

Um abraço


De Sam a 17 de Novembro de 2011 às 13:19
Óptimo texto, Miguel.

Só lamento que o mesmo não contribua para uma maior união da blogosfera. A personalidade e "espírito de conflito" de cada um está, infelizmente, acima de qualquer cinefilia...

Cumps cinéfilos.


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 13:57
Sam,

Infelizmente esse é o grande problema!

um abraço


De Hugo a 17 de Novembro de 2011 às 14:55
Tenho meu blog há quatro anos (metade do tempo do seu) e penso semelhante ao que você escreveu.

Neste período vi nascer e morrer dezenas de blogs, cada um com seu valor e seus estilo, impossível fazer uma votação para escolher "o melhor".

Escrever sobre a paixão pelo cinema não pode ser visto como competição.

Parabéns pelo texto.


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 15:02
Obrigado Hugo,

Este blog vai fazer 3 anos mas a realidade é que ando nisto desde 2003 e neste tempo sou incapaz de dizer a alguém que conheci um blog "melhor" do que outro.

Agora imagem uma votação com este espirito de competição numa amostra tão reduzida. Não faz realmente sentido.

um abraço


De Chico a 17 de Novembro de 2011 às 14:05
Eu também concordo plenamente contigo Miguel. Fui nomeado pela primeira vez o ano passado, e até achei imensa piada. Os prémios até teriam alguma lógica se fossem distribuidos de uma forma justa, por um júri competente. Nesse caso a competição seria apenas por melhorarem os seus respectivos blogs. Mas a partir de agora começa uma guerra sem sentido pelo voto. Campanhas enormes de marketing só para no fim poderem dizer: "eu sou maior, ganhei, tenho o melhor blog", quando sabem bem que ganharam graças aos amigos deles que lá foram votar, e que nem sequer conheciam os outros concorrentes.
Eu vou na mesma, só pelo convivio. A minha campanha resumiu-se a dizer que fui nomeado. Agora não falo mais nisso.
Abraço.


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 14:10
Chico,

O convivio devia ser a razão de ser e o problema é que não o é. Os Óscares começaram com um simpático jantar de convivio antes de se tornar uma máquina pura de fazer dinheiro. Neste caso o dinheiro não está envolvido mas sim esse ego que parece cada vez mais dominar a programação e mentalidade de muitos cineblogers.

Um juri competente é um conceito complicado, basta ver os festivais de cinema, e quando a votação está aberta a todos (por muito reduzido que seja o todos e os Óscares já o provaram) a popularidade prima sempre sobre o demais e blogs mais obscuros acabam sempre por pagar o preço de não andar por aí a bater nas costas uns dos outros. Uma campanha de marketing para um prémio assim é, no minimo, para mim, algo só para levar na brincadeira.

O problema começa quando se levam as coisas demasiado a sério.

um abraço


De Pedro Ponte a 17 de Novembro de 2011 às 16:15
Muito bom texto Miguel.

Não vou dizer que concordo ou discordo com argumento a ou b, concordo acima de tudo com o facto de muitas pessoas estarem a levar estes prémios demasiado a sério. Pessoalmente, mantive-me quase sempre de parte, apesar de não deixar de estar agradecido a quem me nomeou a mim ou ao Ante-Cinema. Mas também não tenho forma de saber quem são, por isso nem penso nisso.

Como presumo que tenham reparado, também o site não se pronunciou porque a verdade é que não somos um blogue (isto apesar de ainda ser identificado como tal por muita gente - aliás, ainda surge na tua lista de "blogues" ali no lado esquerdo). Em todo o caso, num outro ponto concordo inteiramente: não há como controlar quem nomeia seja quem for e, se de facto há quem não "mereça", a solução é mesmo não lhe dar uma importância que não tem. Para mim, tem o mérito da parte de quem idealizou a iniciativa e de juntar pessoas que têm em comum serem cinéfilos. Mas até isso já não é um dado adquirido.

Abraço.


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 21:32
Pedro,

Concordar ou não concordar está no direito de todos, mais faltava. Acho que é um pensamento bastante comum pelo que vejo que há um grupo de cineblogers que transforma um evento interessante - se bem que eu preferia que se falasse de CINEMA - numa competição de egos que passa por ser agressiva e ás vezes até insultuosa com outros blogs.

Um abraço


De Anónimo a 17 de Novembro de 2011 às 17:30
Eu sei bem disso, Miguel. Por isso o disse: é "por nós". Tentei com o meu texto no meu blogue passar essa mensagem, mas parece que não resultou. Tenho pena que as pessoas liguem mais ao ficar por cima e serem mais isto ou aquilo, quando na realidade os prémios não tinham o intuito de se reduzirem a isso. Aliás, tenho muita pena que usem uma iniciativa para promoveras suas "próprias iniciativas", se é que me faço entender. E quanto ao assunto, tentei não me pronunciar mais até agora, apesar de não ver isso a acontecer por aí fora. O que acho realmente triste. E com este comentário, que está longe de ser semelhante a muitos que vi, encerro isto. Por mim, logo que haja respeito estou bem, quem quiser persistir com quezílias, que o faça sozinho. Não me terá para alimentar isso, como já tive oportunidade de dizer a quem teve o cuidado de falar comigo e a quem agradeço.

Cumprimentos,
Cinemaschallenge.blogspot.com


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 21:34
Andreia,

O teu episódio deixa a nu uma realidade que existe e sempre existiu. Acabar com isso seria o ideal mas imagino que seja impossível. Mas tentaremos, tentaremos..

bjs


De Rui Francisco Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 20:37
Um desabafo brilhante e honesto, concordo totalmente e acho que as partes mais pertinentes (aquelas na qual eu identifico algumas pessoas) do teu texto são uma wake-up call incrível.

Eu, embora num grau menor, já fui um pouco assim. Felizmente que agora me passam ao lado estas coisas.

Um abraço ;)


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 21:38
Rui,

Eu também, por isso menciono episódios de um passado que para a internet é uma eternidade, e faço mea culpa. Por isso mesmo é que tenho pena que as coisas tenham mudado pouco dos dias em que era novo ;-)

um abraço


De O Projeccionista a 17 de Novembro de 2011 às 21:25
Tendo em concordar o muito do que se diz neste post. Da parte que me toca, que por acaso fui nomeado tanto neste como no ano passado, confesso que fiquei contente das duas vezes, nada mais do que isso. Até porque confesso nada ter feito para receber as nomeações. Sempre pensei que os prémios fossem para levar +/- na brincadeira, apesar de todo o mérito que tem quem os organiza e que muito louvo, e num espírito de partilha entre pessoas com os mesmos gostos e que por acaso têm blogues de cinema. E foi assim que conheci alguns bloggers com quem me dou. Agora houve certas situações que se passaram no rescaldo das nomeações que também me fizeram alguma confusão pois não percebi que havia pessoal que levava os prémios tão a sério. Para mim não há um blogue melhor do que o outro. São todos bons à sua maneira. E o que interessa é o gosto por escrever. No meu caso, quando isso acabar, simplesmente encerro para balanço.

Cumprimentos


De Miguel Lourenço Pereira a 17 de Novembro de 2011 às 21:39
Projeccionista,

Estamos de acordo, não há blogs melhores nem piores, deveria haver convivio e bons momentos mas, infelizmente, há quem leve isto demasiado a sério. Parecem aqueles miudos dos liceus americanos com as medalhas, as estatuas e as cheerleaders no carto...e depois, por dentro, vazios.

um abraço


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds