Domingo, 5 de Fevereiro de 2012

The Ides of March, a América que não gosta de si

O fraco interesse do público e a recepção tibia da critica demonstram, uma vez mais, a complexidade da América quando é necessário olhar-se ao espelho e ver para lá da realidade transparente. The Ides of March explora esse trauma que a América tem consigo mesma mas, como sucedeu a Zaratrusta, ninguém parece querer prestar atenção...

 

A frontalidade de George Clooney é desarmante e uma das imagens de marca da sua curta, mas interessante, carreira como realizador. Depois da loucura racional que foi a sua estreia atrás das camaras (Confessions of a Dangerous Mind) e do notável e frio tour de force de Good Night and Good Luck., mergulhar no espelho critico do sistema politico americano parecia ser uma continuação lógica .Especialmente para um homem habituado a fazer politica desde a mais tenra idade. Clooney funciona como a consciência glamourosa da América mais liberal. É o profeta dos que ainda acreditam no individualismo puro e e consciencioso que deveria fazer parte do esqueleto de um país entregue, cada vez mais, aos interesses politico-economicos de bancos, seguradoras e multinacionais. Para Obama e os seus seguidores funcionou quase como um São João Baptista. Em The Ides of March transformou-se no seu Pilatos, lavando as mãos friamente quando a América mergulha, mais profundamente que nunca, numa crise existencial que, tarde ou cedo, estava previsto a que chegara. Na obra de Clooney o ideário americano continua a ser o de Capra mas o rosto é mais sério, mais negro e mais ligado ao universo real. O seu candidato presencial, encarnação branca de Barack Obama como o de Travolta o foi de Bill Clinton, não deixa dúvidas quanto à desilusão em que vive a América. Ele reflecte, melhor do que ninguém, o espelho dessa pureza perdida, dessa ilusão errónea, dessa esperança eternamente perdida. E como a América se negou a ver-se reflectida em The Ides of March, o retrato resulta ainda mais desolador e real.

 

Se o candidato presidencial de Clooney (interpretado pelo próprio com cruel frieza) é esse Obama enganador em quem muitos liberais perderam, definitivamente, a confiança, é a personagem de Ryan Gosling, esse magnifico gestor de campanha inocente e crente que reflecte a verdadeira perda de inocência da América.

Falar a esta altura de uma América inocente é quase um sacrilégio mas o fenómeno da obamomania deixou na ar a ideia de que havia ainda um grande pedaço da sociedade norte-americana disposta a acreditar no b-á-b-á da constituição sem acreditar que atrás de belas palavras vêm sempre actos traiçoeiros. Preso entre dois pesos pesados do jogo politico – deslumbrantes Giamatti e Seymour-Hoffman, dois dos pesos pesados da interpretação americana – ele é o rosto quebrado a meio entre o cinismo do real e a esperança do ilusório. Ryan Gosling encarna perfeitamente essa personagem dividida profundamente entre o certo e o errado, a convição e a certeza, e a forma como evoluiu ao largo da trama recorda de certa a transformação de Michael Corleone por oposição ao ideário stewartiano de Capra ou a sua equivalência recente, Kathy Bates em Primary Colors. Confrontado com o duro mundo real, ele funciona como essa América que se esquece dos ideais e se adapta como camaleão ao real, voltando o jogo a seu favor, mais centrado no seu sucesso futuro do que na dor e desilusão do seu passado.

 

Clooney dirige um dos filmes mais inteligentes e analiticos dos últimos anos, um retrato politico quase shakesperiano na sua dimensão e essência (e daí o titulo mais do que certeiro) e conta com o que habitualmente melhor define o espirito do cineasta clássico americano, um bom guião, um melhor elenco e uma frieza atrás da camara certeira até ao último frame, suspensivo como a própria vida, a própria politica, a própria América perdida e por reencontrar.

 

Classificação

 

Realizador - George Clooney

ElencoRyan Gosling, George Clooney, Evan Rachel Wood

ProductoraColumbia

Classificaçãom/12

Categorias:

Autor Miguel Lourenço Pereira às 18:44
Link do texto | Comentar | favorito

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds