Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

State of Play - Pecado final

Há filmes que deviam começar dez ou quinze minutos depois. Demoram demasiado a arrancar. E há outros que deviam acabar uns minutos antes do fechar da cortina. Infelizmente tanto um caso como o outro já fizeram com que excelentes projectos perdessem a chama cativante que conseguem manter ao longo de quase todo o filme. Esse é o único problema de State of Play. Mas é suficiente para fazer do novo filme de Kevin McDonald um desses projectos que deixa no ar a ideia de que podia ter sido muito mais do que realmente é.

 
Inspirado numa das mais brutais e interessantes séries da BBC dos últimos anos, State of Play chegava aos Estados Unidos sob o temor de que seria complicado adaptar a realidade tipicamente british ao mundo complexo das relações politicas de Washington. Mas se fosse essa a única preocupação bem poderíamos dizer que State of Play passa com nota positiva o exame. O filme é um excelente thriller político que mistura bem o jornalismo de investigação com os bastidores da política norte-americana. A relação entre os distintos poderosos que minam o sistema norte-americano é deliciosa, não faltando a forte critica às constantes politicas de privatização e ao deflagrar da indústria de defesa nacional dentro das fronteiras americanas. Um exercício inteligente e dinâmico a relembrar bem o último grande filme do género, The Insider, um desses projectos que deixa marca. Catalizador da acção, Russell Crowe é o motor do filme desde o primeiro minuto. Centra as atenções e rouba cada uma das cenas que vai dividindo com a jovem talentosa Rachel McAdams (tem postura e sex-appeal suficientes para outro tipo de papeis), a veterana Helen Mirren (no seu estilo de cockney puro transportado para Washington num papel que é, provavelmente, o mais deslocado de todo o filme) e claro, com Ben Affleck. O actor norte-americano, que depois de descer aos infernos começa a recuperar a pouco e pouco prova, uma vez mais, que tem mais talento como argumentista e realizador do que, propriamente, à frente das câmaras. Não que seja um elo demasiado fraco, todo o contrário. Mas é provavelmente uma má escolha de casting num papel que pedia alguém mais noir, capaz de deixar a dúvida pairar. É por aí que o filme começa, suavemente, a perder o rumo.
 
State of Play tem o condão de suplantar o trabalho anterior de McDonald, o bem sucedido The Last King of Scotland, em ritmo. É um filme mais mexido, mais dinâmico e acima de tudo, mais contundente. Onde o primeiro divagava demasiado no coração da narrativa, este perde nos momentos finais os ganhos acumulados de hora e meia de filme. A concepção estética – os planos nocturnos muito bem fotografados, o rosto dividido de Crowe em contraste com o sorriso perdido de McAdams – dá o mote mas é o miolo da história que agarra o espectador. Apesar de não se tratar de um filme de desempenhos arrebatadores – o próprio Crowe, sempre genial, anda uns furos abaixo do seu melhor nível há algum tempo – o filme tem o tom certo. Jason Bateman é, provavelmente, o único a escapar a este ritmo com um curto, mas excelente desempenho, como o “chulo” de serviço da alta-roda politica de Washington. Um pouco de ar num filme sombrio até nos momentos mais alegres. A cor que rodeia cada cena com Robin Wright Penn – por exemplo – é imediatamente substituída pelos planos em fundo quase negro da dupla masculina deste triângulo amoroso que insinua mais do que demonstra. O enfoque na relação amorosa é um risco, um risco que McDonald quis correr mas que parece ter-se rapidamente arrependido. Muito do que não se ve passa por aí, mas no final são demasiadas as perguntas deixadas sem resposta para perceber se esta foi, ou não, a melhor escolha.
 
De qualquer das formas State of Play peca por ter essa incapacidade de rematar as coisas da melhor forma. Os últimos cinco minutos parecem feitos sobre o joelho, literalmente tirando todo o ambiente de suspense que tão bem tinha conseguido criar. Um final demasiado rápido e inconsequente para deixar marca, ao contrário do princípio, trepidante, capaz de conquistar o espectador sem grandes artilúgios. Um filme de que se esperava mais – pelo elenco, pelo director e, acima de tudo, pela matéria-prima em mãos – mas que no seu género de thriller politico, não deixa de ser um dos projectos mais bem sucedidos dos últimos anos.
 
Classificação
 
Realizador Kevin McDonald
Elenco Russell Crowe, Ben Affleck, Rachel McAdams
Productora Fox
Classificação - m/12
Categorias:

Autor Miguel Lourenço Pereira às 00:28
Link do texto | Comentar | favorito

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds