Sábado, 15 de Novembro de 2008

Body of Lies - Verdades complexas

No mundo de encruzilhadas em que vivemos, palco de uma guerra de civilizações que ninguém quer verdadeiramente assumir, é complicado tomar partido se não se é um fanático. Fanático religioso ou político, o resultado é o mesmo. O mais provável é encontrarmo-nos no limbo, no coração deste conflicto que afecta mais a uns que a outros mas que acaba sempre por nos afectar a todos.

 

Ridley Scott (que já tinha viajado ao Médio Oriente numa história muito similar de confrontos morais e éticos no meio de uma guerra religiosa em Kingdom of Heaven) é um cineasta corajoso. De boas intenções. Mas também ele vive no limbo, neste caso, num limbo criativo que tem prejudicado as suas últimas produções.

Tem uma boa história por contar, mas falta-lhe um pouco a forma certa para lhe dar vida. Body of Lies tem uma boa história. Não, tem uma excelente premissa. Roger Ferris, um agente operativo no terreno, ve-se confrontado com os jogos politicos nos bastidores e a miserável realidade na rua durante a guerra do Iraque. O seu mentor, Ed Hoffman, um especialista da CIA, controla os seus movimentos à distancia e envia-o para a Jordania, onde o objectivo é capturar o mentor de uma série de atentados terroristas que varrem capitais europeias. Aí, ele vai perceber que há valores mais importantes que o sucesso imediato, mas fundamentalmente, que esta guerra não é a sua…nem a da maioria das pessoas que sofrem com ela na pele.

 

O problema que está por detrás deste bom filme que podia ter sido um excelente filme, é que apesar de ser altamente dinamico e cativante (o oposto do anterior filme de Scott, American Gangster, excessivamente lento e aborrecido) não consegue dar o salto para outra dimensao. Os volte faces na historia são bem planteados à primeira vista, mas carecem de mais força. E apesar do twist final funcionar bastante bem, atrás há algo que fica sempre a faltar. No entanto Scott está aqui mais perto dos seus maiores sucessos (Gladiator, Black Hawk Down, …) do que dos seus últimos projectos. E isso deve-se não só ao óptimo guião de William Monahan (o mesmo por detrás de The Departed…e isso Di Caprio volta a notar na pele), mas também no excelente elenco que escolheu para dar corpo a esta história.

 

Frente a frente, dois dos maiores actores da actualidade.

Leonardo Di Caprio está numa fase espantosa da sua carreira (espera-se com muita curiosidade por Revolutionary Road), e confirma-o totalmente com este seu papel de agente atormentado pela necessidade de cumprir com uma missão que, começa a perceber, não é tão justa como acreditava ser. O jovem (continua sem aparentar os já 34 anos que tem) actor mantém a mesma dinamica de acção que já tinha exibido em Blood Diamond, mas é o caracter mais implosivo da sua personagem, que faz que, tal como tinha acontecido em The Departed, ele seja, na actualidade, o actor que mais semelhanças tem com os grandes nomes da escola dos Actor´s Studio.

 

Por sua vez Crowe é Crowe. Um monstro em cena, seja qual for o filme, seja qual for o papel. O australiano está igualmente em óptima forma mas tambem se pode dizer que este é um papel menos exigente, o que no entanto, não o torna menos interessante. É no entanto importante referir que um dos trunfos do filme está no elenco “não-americano” que dá vida às personagens locais.

Um excelente e convincente Mark Strong, como o chefe da inteligencia jordana, Golshifet Farahani como a jovem iraniana que começa a abrir os olhos a Ferris ou Alon Abutbul, como o lider de uma perigosa célula terrorista, dão uma visão autóctone da situação e trazem ainda mais realismo a um filme que funciona bem como espelho do que se passa neste conturbado canto do Mundo.

 

Body of Lies é um filme claramente a ser visto e, acima de tudo, a ser reflexionado. Com uma clara mensagem politica (o que se está a passar no Médio Oriente e porque é que a abordagem ocidental falha em entender a civilização local) e uma série de avisos importantes. Está claro que o confronto entre civilizações existe, essencialmente porque não há uma ponte. E quem se encontra no meio do furacao está farto de ser visto como meros danos colaterais. Chegará um dia a hora em que tudo mude para que tudo fique na mesma. E no final de Body of Lies tudo muda. Mas o último plano não nos deixa iludir…volta tudo ao principio…

 

Classificação

 

Realizador – Ridley Scott

Elenco – Leonardo di Caprio, Russell Crowe, Mark Strong

Productora – Scott Free

Classificação – m/16

Categorias:

Autor Miguel Lourenço Pereira às 14:03
Link do texto | Comentar | favorito

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

.Fundamental.

EnfoKada

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Ultimas Reviews

Midnight in Paris -
The Ides of March -
A Dangerous Method -
Tinker Taylor Soldier Spy -
Drive -

.Classificação

Excelente-
Muito Bom-
Bom -
Aceitável-
Evitar-

.Pesquisa

 

.Ultimas Actualizações

. Por uma definição justa d...

. Oscarwatch - Melhor Filme...

. Oscarwatch - Melhor Argum...

. Oscarwatch - Melhor Actor...

. Oscarwatch - Melhor Actri...

.Do Autor

Em Jogo

.Categorias

. biografias

. cinema

. corpos...

. estreias

. festivais

. historia opinião

. mitos

. noticias

. obituario

. opinião

. oscares

. oscarwatch 2008

. oscarwatch 2009

. oscarwatch 2010

. oscarwatch 2011

. premios

. reviews

. rostos

. that´s the movies

. trailers

. todas as tags

.Blogs

35mm
7CineArt
A Gente Não Vê
A Última Sessão
Action Screen
Alternative Prision
Ante-Cinema
Antestreia
A Última Sessão
Avesso dos Ponteiros
Bela Lugosi is Dead
Blockbusters
Cantinho das Artes
Cine31
CineBlog
CineLover
CinemeuBlog
CineObservador
CineRoad
CineLotado
Cinema is My Life
Cinema Notebook
Cinema´s Challenge
Cinema Xunga
Cinematograficamente Falando
CinePT
Close Up
Cria o teu Avatar
Depois do Cinema
Dial P for Popcorn
Ecos Imprevistos
Estúpido Maestro
Febre 7 Arte
Final Cut
Grandes Planos
Gonn1000
Grand Temple
High Fidelity
In a Lonely Place
Jerry Hall Father
Keyser Soze´s Place
Maus da Fita
Movie Wagon
Mullolhand CineLog
My One Thousand Movies
My SenSeS
Noite Ameriana
Ordet
O Homem que Sabia Demasiado
O Sétimo Continente
Os Filmes da Gema
Pixel Hunt
Pocket Cinema
Portal do Cinema
Royale With Cheese
Split Screen
The Extraordinary Life of Steed
Um dia Fui ao Cinema
Voice Cinema



.Sites

c7nema
CineCartaz
Cine Estação
Cinema2000
Cinema-PT Gate
DVD Mania
DvD.pt
Em Cena
Lotação Esgotada
Cine História
Cinemateca Lisboa
Eu sou Cinéfilo
Portal Cinema

American Film Institute
British Film Institute
Cahiers du Cinema
Cinémathèque Francaise
Directors Guild of America
Internet Movie Database
Motion Picture Association
Screen Actors Guild
Screen Writers Guild
Sight and Sound
Telerama

Box Office Mojo
Coming Soon
Dark Horizons
Hollywood Reporter
JoBlo
Latino Review
Movie Poster

Premiere
Rope of Silicone
Rotten Tomatoes
Slash Film

Sun Times Chicago

Variety

.Premios e Festivais

Cesares
European Film Awards

Golden Globes
Goya

Oscares

Animation Film Fest
European Film Festival
Festival de Berlim
Festival de Cannes
Festival de S. Sebastian
Festival de Sundance
Festival de Veneza
Roma Film Festival
São Paulo Film Fest
Sitges Film Festival
Toronto Film Festival

Algarve Film Festival
Ao Norte!
Avanca
Black and White
Caminhos
Cinamina
Corta!
Curtas Vila do Conde
DOCLisboa
Fantasporto
FamaFest

Festroia

FIKE
Funchal Film Fest
Imago
Indie Lisboa
Ovar Video

.Oscarwatchers

And the Winner is...
Awards Daily
In Contention
Golden Derby
MCN Weeks
The Envelop
The Carpetbagger
Thompson on Hollywood

.Arquivos

. Janeiro 2013

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.subscrever feeds